7 dicas para escolher sua mesa de jantar

Depois de encontrar o imóvel ideal com a ajuda da imobiliária, outra etapa importante é entrar em ação. A decoração é essencial para garantir beleza aos ambientes e qualidade de vida para os moradores. Afinal, por meio dela os espaços se tornam mais confortáveis, práticos e funcionais, fazendo com que a sensação de bem-estar esteja sempre presente. A sala de jantar é um dos cômodos mais importantes de uma casa ou apartamento, visto que é aqui que são feitas as refeições em família e com amigos. Sendo assim, é importante que ela seja confortável, aconchegante e bonita.

A mesa de jantar é fundamental para atingir esses objetivos e por isso a escolha exige bastante atenção. Portanto, se você está em dúvida, não deixe de acompanhar o post de hoje e veja 7 dicas para escolher sua mesa de jantar.

  1. Medidas

Um dos pontos mais importantes antes de escolher sua mesa de jantar é considerar o espaço disponível no ambiente, visto que se não tirar as medidas, pode ser que ela fique desproporcional, ou seja, muito grande ou pequena demais. Sendo assim, se você possui um imóvel grande, opte por mesas maiores e com lugares para mais de 4 pessoas sentadas. Por outro lado, se mora em um apartamento pequeno, que possua ambientes integrados e menos espaçosos, priorize o aconchego e conforto, escolhendo uma mesa menor. Afinal, uma mesa maior que o recomendado irá atrapalhar a circulação e fazer com que o ambiente fique menor do que realmente é.

  1. Funcionalidade

Principalmente para quem mora em residências menores, é muito importante considerar a funcionalidade dos móveis que pretende adquirir. Dessa forma, você garante maior praticidade e melhor aproveitamento do espaço. Por exemplo, se deseja integrar os ambientes, a mesa de jantar também pode servir como aparador ou escrivaninha. Mas, para isso, é importante analisar realmente qual será o uso para garantir a melhor escolha. Dessa forma, você faz o investimento da maneira certa.

  1. Formato

Existem diversos formatos de mesa de jantar disponíveis no mercado, sendo necessário avaliar com cuidado para escolher o melhor para seu imóvel. Em resumo, mesas redondas e retangulares são mais indicadas para espaços pequenos, enquanto as mesas quadradas combinam com salas maiores. Entenda melhor abaixo:

  • Retangular: esse é o formato mais comum e tradicional, sendo muito versátil. Isso porque, ele combina com salas pequenas ou maiores, podendo acomodar mais de 4 pessoas à mesa. Vale lembrar que elas ficam melhor quando utilizadas em ambientes do mesmo formato.
  • Redonda: ideal para espaços pequenos e cômodos em formato quadrado, pois torna o ambiente mais aconchegante, ao mesmo tempo que aproxima os indivíduos, podendo comportar até 6 pessoas. Contudo, tenha em mente que uma mesa redonda demasiadamente grande pode dificultar o momento de servir as refeições.
  • Quadrada: tendência atual, esse formato geralmente acomoda até 8 pessoas, mas como falamos, é mais indicado para espaços amplos.
  1. Material

Outra questão importante que precisa ser considerada é o tipo de material e acabamento da mesa de jantar. Para isso, deve-se ter o estilo de decoração já definido para garantir uma peça que converse com todo o ambiente e não fique em desarmonia no espaço. Materiais como madeira, mármore e vidro são os mais comuns. A primeira combina bastante com decorações em estilo rústico, sendo que o mármore é ideal para conferir elegância e sofisticação. Já o vidro combina muito bem com espaços em que a iluminação natural é abundante, pois reflete melhor a luz.

  1. Cadeiras

Vale lembrar ainda que a mesa de jantar precisa estar em harmonia com as cadeiras, sendo necessário priorizar o conforto e praticidade de todos. Em relação à estética, saiba que não há necessidade de comprar conjuntos ou usar cadeiras de um único modelo, mas é fundamental que a composição converse com o restante do ambiente, garantindo aconchego, conforto e beleza.

  1. Cores

É importante também considerar as cores presentes no cômodo em que a mesa de jantar será colocada para garantir que tudo esteja conversando, garantindo assim, encontros agradáveis e jantares aconchegantes.

  1. Logística

Por fim, não se esqueça de medir o tamanho das portas e elevadores para garantir que a mesa passe pelos espaços, ou para ter um plano caso isso não seja possível. Além disso, caso more em condomínio ou apartamento, confirme os horários e dias da semana que são permitidos transportar móveis. Tenha em mente que a montagem da mesa pode não ser tão simples, sendo preciso confirmar com o vendedor se é necessário um técnico especializado para a montagem e se há alguém disponível na empresa ou se você precisará contratar alguém por conta própria.

Então, com as dicas do post de hoje temos certeza que escolher sua mesa de jantar será mais fácil. Afinal, você poderá criar um bom planejamento, considerando suas principais necessidades, demandas do dia a dia e preferências.

Estamos no Google News
Melina Lemos

Melina Lemos

Melina Lemos, paulista com a formação em Design de Interiores conseguiu aliar a beleza, a arte e a praticidade na elaboração dos projetos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.